Aula Passeio ao Museu Paulista – 5º Ano Manhã e Tarde

No dia 27 de abril nós fizemos uma aula passeio ao Museu Paulista, mais conhecido como Museu do Ipiranga.   Desenhamos e pesquisamos aquilo que mais chamou nossa atenção durante a aula, e reunimos tudo em um álbum que foi exposto na Festa da Primavera.

Vamos postar aqui um texto que colocamos no álbum e que fala sobre o que aprendemos na Aula Passeio.

O monitor Eduardo nos ensinou que a escadaria que nos leva até o primeiro andar do museu representa o Rio Tietê.

Esse rio foi o ponto de partida dos bandeirantes para avançar pelo interior do Brasil.

No corrimão da escada foram colocadas umas esferas com água dos principais rios brasileiros, como o Rio Amazonas, o Rio Negro, o Rio Paraná, o Rio Madeira, etc. Esses rios foram desbravados pelos bandeirantes entre os séculos XVI e XVIII.

 

A sala das armas é sempre uma das que chama mais a atenção durante a aula passeio.

Nesta sala estão expostas armas de fogo, espadas e outros objetos usados em combates nos períodos colonial e imperial.

Nós aprendemos que o Museu do Ipiranga mistura vários estilos arquitetônicos em sua construção, por isso se diz que o estilo é eclético.

O prédio foi inspirado num palácio renascentista, tem colunas greco-romanas e o jardim foi inspirado em jardins franceses, como os do Palácio de Versalhes.

Quando subimos o primeiro lance de degraus da escadaria do museu, pudemos ver uma estátua de D. Pedro I.

Essa estátua foi feita em bronze, pelo escultor Rodolpho Bernardelli.

A “Casa do Grito” fica dentro do Parque da Independência e pode ser vista da escadaria externa do museu.

Ela aparece no quadro de Pedro Américo, mas segundo os registros é quase certeza que não existia na época da independência.

 

Categoria: Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *